Das Urgências

_DSC9482-2

Um par de luvas de renda, achadas guardadas no armário do descaso, nas gavetas do passado. Quando foram compradas, a quem pertenceram? Em quem tocaram? Por onde foram? De qual época foram testemunhas?

Mudas. Agora são apenas frágeis objetos amarelados pelas nódoas do tempo adquiridos em décadas de esquecimento e abandono. Tesouro engavetado de um passado misterioso e para sempre esquecido por estórias não contadas, que agora tento em vão adivinhar.

Os passeios que talvez tenha feito pelas praças e parques da cidade que Recife já foi. As domingueiras visitas à igreja. Soledade talvez? As férias na fazenda, os veraneios na praia. Teriam elas pertencido sempre a mesma pessoa? Será que o que faço agora é apenas mimetizar o algo foi feito antes? Seriam as luvas então herança de tempos ainda mais distantes do que eu possa supor?

As luvas de renda que resistiram anos e anos na gaveta do armário, esquecidas, intocáveis, protegidas, alienadas. Agora arrancadas do esconderijo são um enigma, lhes resta uma beleza frágil e desconhecida da maioria das pessoas. Uma beleza etérea e fantasmagórica. Restam-lhe ser troféu, não mais luvas.

São só lembrança, relíquia, que me fez lembrar das urgências. me faz lembrar que a vida é curta e que se embrenha por caminhos que não sabemos onde nos levarão nem onde acabarão. Lembram-me da urgência de contar as estórias de falar das experiencias. De viver e partilhar vivências. As luvas me falam de histórias desconhecidas que jamais saberei. As luvas que me falam das urgências que o não saber despertam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s